Transformação digital: como se adaptar a essa realidade?
7 características essenciais do CIO (Chief Information Officer) do futuro
junho 13, 2018
tipos de liderança
Conheça 5 tipos de liderança e seus impactos nos liderados
junho 18, 2018

Transformação digital: como se adaptar a essa realidade?

transformação digital

transformação digital

Muito se tem falado sobre transformação digital, mas grande parte das pessoas não sabe exatamente a que se refere essa expressão. Muita gente ainda não descobriu se esse é apenas mais um termo da moda ou se indica a possibilidade real de agregar algo às empresas.

De antemão, já respondemos a essa questão: sim, os benefícios são inúmeros. E quem ficar de fora vai, mais cedo ou mais tarde, perder espaço para a concorrência que aderir a essa verdadeira revolução.
Preparamos este artigo sobre transformação digital (e o que é necessário para se adaptar a essa realidade) pensando especialmente em você. Não quer ficar para trás? Então, continue a leitura!

O que é transformação digital?

De maneira simplificada, trata-se da reestruturação de processos empresariais e da capacidade de oferta de produtos e serviços, baseada nas possibilidades propiciadas pelos avanços tecnológicos.

Em outras palavras, transforma-se a experiência de produtos e serviços de uma companhia por meio da tecnologia, otimizando as operações, facilitando e melhorando a experiência e acesso ao cliente.

Ou seja: a tecnologia passa a viabilizar a excelência daquilo que é entregue ao consumidor final — isso inclui os processos operacionais e a modelagem de produtos e serviços.

Cenário brasileiro

No Brasil, muito se fala sobre, mas pouco se pratica a transformação digital. A maioria das empresas trata a inovação como projeto (e não como algo que deva fazer parte da cultura do negócio). Assim, os resultados acabam sendo pouco efetivos.

As organizações que têm se saído melhor são as que conseguem fomentar um ecossistema ou estabelecer uma atuação mais efetiva. Porém, elas ainda não trabalham isso de forma orquestrada ou orientada a um planejamento, com metas a serem executadas e disponibilidade de investimentos.

Tendência geral

A transformação digital não é uma opção a médio e longo prazo, mas uma condição imposta pelo mercado — e que as empresas, independentemente do segmento, devem perseguir. Por isso, quanto mais cedo aderirem, mais rápido verão os resultados.
Há companhias que já reconhecem a importância da transformação digital e tentam se impulsionar nesse ambiente. Sem dúvida, tais negócios estão construindo bases sólidas para ampliar e manter a relevância frente o mercado consumidor.

Além disso, cada vez mais as instituições buscam por melhorias operacionais para que tenham uma maior capacidade de entrega de resultados, seja em uma margem financeira, seja em termos de eficiência para responder às cobranças de mercado.

Como as empresas se adaptam?

A empresa em que você atua já tem um site supercompleto, está em todas as redes sociais, utiliza armazenamento na nuvem e a comunicação entre funcionários é feita on-line. Mas será que vocês já passaram pela transformação digital?
Na verdade, não necessariamente. Para colocá-la em prática, é preciso promover mudanças estruturais no negócio, tendo a tecnologia como elemento central.

E o ideal é que tais alterações não partam do setor de TI, mas do comando da empresa, pois exigem investimentos e certa mudança de mentalidade. Sendo assim, a otimização dos processos e o aumento de eficiência que a transformação digital promete dependem também de equipamentos, redes, softwares, estruturas em nuvem etc.

Processo de transição

Imagine que, antigamente, as empresas viviam em um ambiente totalmente analógico. Portanto, para inseri-las integralmente no meio digital, seria preciso um processo de transição.

Mas um ponto fundamental a ser compreendido é que a transformação digital não é um projeto, com começo meio e fim e sim algo perene, evolutivo, incremental e colaborativo.

As companhias que têm tal compreensão são as que criam, de fato, um caminho para uma plena geração de resultados e diferenciação competitiva.

É imprescindível tratar a transformação digital como um processo multidimensional, que toca em vários aspectos: na relação da empresa com seu público-alvo, em seu portfólio, no catálogo de serviços oferecidos e em sua operação diária.

Por que investir em transformação digital?

Como já foi dito, a reestruturação de processos e a adoção de uma nova cultura digital podem gerar ganhos de produtividade de diversas maneiras.
Possibilitar formas inéditas de prestar serviços e vender produtos, otimizar processos e auxiliar nas tomadas de decisões são algumas das vantagens propiciadas pela transformação digital. Abaixo, detalhamos outros dois benefícios.

Melhora da experiência do cliente

Geralmente, conquistar e fidelizar o cliente são os principais objetivos das organizações. Não espanta, portanto, o fato de a transformação digital auxiliar (e muito!) na experiência do consumidor.

Com o uso da tecnologia, é possível segmentar melhor seu público, abordando-o de maneira personalizada e satisfatória. Torna-se viável, ainda, criar ofertas bem direcionadas, com mais chances de sucesso.
Os recursos tecnológicos também são essenciais para realizar monitoramentos e saber o que as pessoas estão falando sobre a empresa e seus concorrentes, por exemplo. Assim, são obtidos feedbacks que orientam melhorias.

Aumento da eficiência de processos operacionais

Aprimorar os processos internos, simplificando-os e tornando-os mais eficientes, também é uma das grandes vantagens proporcionadas pela transformação digital, como dito anteriormente. Essa iniciativa motiva os funcionários, que deixam de gastar energia com ações desnecessárias e ganham mais produtividade.

Uma das maneiras de se colocar isso em prática é transformar processos off-line em digitais. Em vez de reuniões presenciais frequentes, por exemplo, que tal implementar ferramentas de gestão de processos, que tornam tudo mais rápido e eficiente? Essa estratégia poupa tempo e, consequentemente, dinheiro.

Como adotá-la?

Se você chegou até aqui, já compreendeu o que é transformação digital e quais são as vantagens de aderir a ela, correto? Agora, deve estar se perguntando o que precisa fazer para adotá-la na empresa. Por isso, preparamos os tópicos abaixo. Confira!

Planejamento estratégico

Para além de infraestrutura física e softwares, a transformação digital exige um bom plano estratégico. Sem ele, investimentos em capacitações e programas podem ser desperdiçados.

Mas tais mudanças não devem ter como motivação apenas o desejo de seguir a tendência e se atualizar. Elas precisam de um objetivo maior e mais específico, como aumentar a produtividade, melhorar as entregas aos clientes, fazer integrações etc.

Infraestrutura

Não é possível aderir à transformação digital sem a infraestrutura adequada: é necessário investir em equipamentos, armazenamento na nuvem, softwares etc. Tornar digitais os processos off-line ajuda a estabelecer uma comunicação mais rápida e a integrar as diferentes áreas da empresa.

Liderança

É muito importante que a adesão à transformação digital parta do topo da organização, já que estamos falando de mudanças profundas, que devem ser perenes. Os dirigentes são as pessoas-chave do processo, que devem planejar e guiar a equipe durante suas etapas.

Por que contar com o auxílio de uma consultoria?

Profissionais com experiência ajudarão a analisar como melhorar o desempenho de seu negócio, apontando os melhores caminhos para a transformação digital.

Mooven procura estabelecer um modelo de parceria no qual a capacidade técnica, nos diversos temas relacionados à transformação digital, é disponibilizada. A partir daí, é estabelecido um modelo de trabalho contínuo, pautado pela entrega de resultados em ciclos de execução.
O processo é acompanhado, de forma bem próxima, pelo cliente. Isso garante que a ação esteja sempre na linha correta, em cima dos temas que são mais importantes para a empresa.

Chegou à conclusão de que está na hora de aderir à transformação digital? Então entre em contato conosco e veja como podemos ajudá-lo a fazer parte dessa mudança!