Planejamento estratégico de TI: veja a sua importância e como fazer
tipos de liderança
Conheça 5 tipos de liderança e seus impactos nos liderados
junho 18, 2018
método ágil
Método ágil: o que é e quais são os seus princípios?
junho 27, 2018

Planejamento estratégico de TI: veja a sua importância e como fazer

planejamento estratégico de ti

planejamento estratégico de ti

Um planejamento estratégico é uma ferramenta essencial para a gestão de empresas, pois guia o trabalho das equipes e auxilia no processo de tomada de decisão, entre outras coisas. No setor de TI, não poderia ser diferente, não é mesmo?

Afinal, a tecnologia tem desempenhado, ao longo dos anos, um papel cada vez mais importante no cotidiano das empresas, independentemente do segmento de atuação ou do porte.

Empresas que buscam otimização de processos, flexibilização de rotinas e desenvolvimento de produtos e serviços com maior inovação têm implementado soluções de TI com frequência.

Nesse contexto, um bom planejamento de TI é fundamental para que a empresa consiga se desenvolver e aplicar estratégias que tragam valor para o negócio.

Para ajudar você a compreender ainda mais a importância desse planejamento e saber como fazê-lo, trazendo ótimos resultados para a sua empresa, preparamos este artigo. Boa leitura!

O que é planejamento estratégico de TI

Trata-se de um processo gerencial que leva em conta o contexto interno e externo da empresa e as suas perspectivas de evolução (expansão de mercado, aumento de vendas, crescimento do faturamento etc.) e que tem como objetivo estabelecer estratégias e ações prioritárias para a área de tecnologia da empresa, considerando um horizonte de tempo e metas de resultados.

O planejamento auxilia e facilita o processo de tomada de decisão da companhia no que se refere à tecnologia. Ele também guia e alinha a atuação de toda a equipe, auxiliando a definir os objetivos de negócio e a identificar oportunidades para realizar novas ações na área.

Importância do planejamento estratégico de TI

O planejamento estratégico, seja no aspecto de negócios ou no aspecto de TI, tem basicamente quatro propósitos principais:

  • Para onde eu vou?
  • Como eu chego lá?
  • Quais resultados efetivos a empresa terá?
  • Como monitorar os resultados?

Esses propósitos devem estar alinhados aos temas estratégicos e às questões de ética, missão e valores da empresa. As quatro perguntas acima serão mais facilmente respondidas com um bom planejamento em mãos.

As respostas guiarão as ações nos quatro pilares de gestão de qualquer empresa: objetivos, metas, execução e análise de resultados.

Benefícios de um bom planejamento

As vantagens da criação de um planejamento estratégico de TI são várias, algumas já citadas anteriormente. Mas, para ajudar você a compreender de vez a importância desse planejamento, elencamos abaixo outros benefícios que o planejamento pode trazer. Confira:

Direciona investimentos e reduz desperdícios

Um bom planejamento elimina o mau uso de recursos, pessoas e ativos das empresas — sejam materiais ou financeiros. Ou seja, o desperdício é evitado.

O planejamento permite que a companhia tenha maior controle sobre os gastos do departamento, podendo alinhar os investimentos de acordo com os objetivos do negócio.

Auxilia no alinhamento com as diretrizes do negócio

Melhorar o alinhamento dos objetivos gerais de negócio com a área de tecnologia é cada vez mais importante para a conquista de bons resultados e o aumento da competitividade.

Afinal, mapeando adequadamente as necessidades da companhia por meio do planejamento, o gestor conseguirá identificar oportunidades para implementar soluções de acordo com as diretrizes existentes.

Orienta prioridades e provê previsibilidade

Trabalhar de maneira planejada, prevendo demandas e oportunidades de melhorias na TI, faz com que o negócio se torne mais eficiente, podendo ter a tecnologia como base para tomar decisões melhores, fundamentadas em dados precisos.

Assim, a equipe de TI poderá concentrar seus esforços para atingir as metas propostas de acordo com os objetivos da empresa.

Como fazer um bom planejamento estratégico de TI

Se você chegou até aqui, já sabe o que é um planejamento estratégico de TI e quais benefício geram para as empresas. Agora, confira abaixo dicas para criar um bom planejamento.

Planejamento anual x planejamento contínuo

Na maioria das empresas, o planejamento costuma ser feito uma vez por ano, tendo início por volta de setembro e indo até o fim de dezembro.

Geralmente, esse trabalho é todo feito como um “exercício de adivinhação”. Ele tem como base o empirismo das áreas de negócios e uma replicação de custos ocorrida no ano anterior, às vezes com alguma atualização — tipicamente sendo fechado no último minuto de jogo.

O problema é o seguinte: por melhor que esse exercício tenha sido, o plano ficará datado, ou seja, não evolui com o tempo.

Sendo assim, no decorrer do ano, projetos passam a não ser entregues, outras demandas surgem no meio do caminho e o planejamento feito acaba tendo um resultado que já não faz mais sentido.

O planejamento estratégico de TI deve ser um trabalho contínuo e incremental, a ser atualizado constantemente.

Assim, em vez de ciclos de base anual, a empresa precisa passar a lidar com informação atualizada, pautada por uma visão de engenharia de valor, garantindo o cumprimento de tudo o que está sendo planejado — que é o maior benefício para o negócio.

Dessa forma e com monitoramento contínuo de resultados, é possível assegurar que o que está mostrado na pauta é o que mais impactará positivamente a empresa. Isso também permite fazer as adaptações necessárias.

Colocar isso em prática, sem dúvidas, demanda maior dedicação, disciplina e governança ativa, porém é isso que garante a sua efetividade e benefícios para a empresa.

Defina métricas

O método OKR (Objectives and Key Results) serve para estabelecer os objetivos da empresa e delimitar quais resultados devem ser perseguidos na base anual e por quartil, nas diversas dimensões estratégicas da empresa.

Seja na perspectiva de entregas, plataformas de tecnologia da empresa, melhoria operacional ou qualidade dos serviços prestados, é possível definir os OKRs. Dessa forma, estabelece-se um mecanismo de acompanhamento contínuo para atingir os resultados esperados.
Como exemplo, as categorias de OKRs para TI podem ser:

  • fluidez organizacional;
  • evolução de plataformas e tecnologias;
  • arquitetura;
  • gestão e qualidade do portfólio de projetos e iniciativas de negócios;
  • eficiência da entrega e qualidade da prestação de serviços de tecnologia.

Além de aprender exatamente qual é a importância de um planejamento estratégico de TI eficiente e descobrir os seus benefícios, você conferiu dicas para criá-lo, certo? Avalie a possibilidade de implementar esse planejamento na sua empresa o quanto antes!

Gostou deste conteúdo? Confira outros em nosso blog e, se ainda tiver dúvidas, entre em contato com a gente. Estamos prontos para ajudar você e a sua empresa a obter resultados cada vez melhores!