OKR: o que é, para que serve e sua aplicação na gestão
soluções digitais
Descubra como acertar na escolha do fornecedor de soluções digitais
novembro 6, 2018
A Transformação Digital em Nuvem! Conheça o XaaS e otimize sua TI
dezembro 12, 2018

OKR: o que é, para que serve e sua aplicação na gestão

metodologia OKR

metodologia OKR

Apostar em inovações tecnológicas, métodos ágeis e culturas organizacionais disruptivas: existem diversas formas de melhorar a produtividade de sua empresa e fazer com que seus colaboradores rendam mais. Nesse contexto, o OKR pode fazer a diferença.
Contudo, no que consiste esse conjunto de técnicas? Como utilizá-las e aplicá-las em sua gestão? Pensando na relevância do tema, este conteúdo foi preparado. Ao longo do texto, você entenderá como funciona a sua estrutura e os benefícios que ele traz para o seu negócio.
Boa leitura!

O que é OKR?

OKR é uma abreviação de “objectives and key results”, expressão que pode ser livremente traduzida do inglês como “objetivos e resultados-chave”. Ele é utilizado por algumas das empresas mais famosas do mundo, como Google e Twitter.
Seu surgimento, aliás, se deu em outra grande corporação: a Intel. Andy Grove, um de seus cofundadores, na década de 70, foi o responsável por introduzi-la no contexto empresarial. Sua origem remete a outro método, o MBO (Management by Objectives), criado por Peter Drucker.
Em suma, o OKR se baseia em metas estabelecidas previamente para alcançar resultados específicos. Sua função é materializar objetivos na linguagem da própria empresa e alcançá-los por meio de métricas e índices. É importante ressaltar que o resultado é uma variável muito abrangente. A organização pode querer implementar mais agilidade em seus processos ou ser um ambiente mais agradável para trabalhar, por exemplo.

Para que ele serve?

Como mencionado, sua abrangência é diversa e pode ir da melhoria nas vendas à cultura organizacional. Tenha em mente que a metodologia não se trata de um mero demonstrativo — como é um KPI. O método OKR lida com objetivos mais amplos e os meios para cumpri-los.
Para exemplificar: em muitos projetos, é comum tratar a entrega dentro do prazo como meta, por exemplo. Porém, esse tipo de definição não passa de uma obrigação dada pelas condições.
Uma meta dentro do OKR estaria relacionada aos ganhos obtidos com o fato de se entregar um projeto no prazo combinado: melhorar as vendas no e-commerce, vender com mais agilidade, obter outros retornos e assim por diante.

Como funciona a sua estrutura?

A definição é feita pela empresa em conjunto com a organização responsável pela implementação do método. Geralmente, define-se um plano a ser seguido em 12 meses e, a partir disso, são realizados acompanhamentos semanais para checar se o projeto e os resultados gerados estão devidamente alinhados às expectativas iniciais.
A cada 3 meses, é feita uma verificação mais detalhada dos rumos que o projeto tomou. Assim, é possível saber se os caminhos traçados precisam de alguma revisão para se adequarem aos objetivos determinados. Se forem necessárias, é fundamental fazer as correções o quanto antes, a fim de evitar gastos adicionais e o atraso em relação às metas.
Estabelecer os objetivos é uma parte essencial da metodologia — eles devem ser curtos, qualitativos e capazes de motivar a equipe. Os resultados-chave, por sua vez, são quantitativos, e mensuram o andamento de alcance das metas. Lembre-se que o foco não está no cumprimento de tarefas, mas sim na geração de resultados.

De quais maneiras ela impacta a gestão empresarial?

Em termos resumidos, o método faz com que a gestão seja aprimorada em muitos sentidos. Com o apoio da área de planejamento estratégico, dos sócios e stakeholders, ocorre a determinação de missões e objetivos financeiros e é possível traçar um horizonte para os próximos 5 anos, por exemplo.
Os pilares a serem atingidos pela método precisam ser claros — satisfação dos clientes, satisfação dos colaboradores, expansão, imagem organizacional, etc. Caso haja somente um ponto a ser alcançado, como o lançamento de um projeto, também é possível se beneficiar do método.
Na prática, a gestão tende a obter uma visão mais sistêmica, já que cada área ou setor da empresa vai se fortalecer e criar insights para gerar os novos objetivos. Essa necessidade ainda pode aumentar a colaboração entre os setores e aumentar a produtividade.

Que benefícios o OKR pode trazer à empresa?

O OKR pode ser dividido em níveis (organizacional, departamental e individual) e, por isso, possibilita uma forma simples, ágil e extremamente flexível de se alcançar metas e a gestão por resultados.
Mesmo que sua empresa tenha pouco tempo no mercado ou ainda não apresente uma cultura bem definida, o método pode vir a calhar. Afinal, ele se adapta facilmente a organizações que ainda não passaram pela transformação digital, por exemplo.
Trata-se de uma estratégia tão dinâmica quanto o próprio mercado.
Não por acaso, as metas podem e devem mudar ao longo da execução, pois precisam acompanhar o dinamismo mercadológico. A ideia é revisitar os objetivos e resultados-chave com frequência. Na maioria das vezes, a cada 3 meses os números gerados são avaliados de forma crítica por todos os envolvidos com o intuito de identificar melhorias a serem feitas.
Basicamente, o OKR abrange a revisitação, o acompanhamento, a rotina, as cerimônias, e a chance de sentar com a equipe e dedicar um tempo para revisitar os números. Tudo isso para acertar a rota estabelecida anteriormente.

O que é preciso para implementá-lo?

Atualmente, a metodologia se aplica a qualquer negócio que lida frequentemente com as mudanças do mercado e precisa atuar de forma dinâmica. Vale lembrar que, hoje em dia, cerca de 90% dos negócios são dinâmicos. Consequentemente, pode-se dizer que quase todas as empresas recorrem ao OKR ou a outro método ágil: bancos, empresas varejistas, clínicas médicas etc.
Para implementá-lo com sucesso também é necessário promover uma mudança interna de mentalidade na organização. Como dito, cumprir uma meta não se resume a entregar o projeto dentro do prazo ou finalizar uma produção de acordo com o esperado. Ela se associa muito mais ao resultado gerado pela entrega dentro do prazo.
Enfim, o método OKR é, sobretudo, uma alternativa simples para que sua empresa tenha clareza na hora de se planejar diante das mudanças impostas pelo mercado. Com o devido acompanhamento, há como encontrar as alternativas mais plausíveis para se chegar aos objetivos esperados. 
Se você gostou desse texto, entre em contato conosco e saiba como fazer a sua empresa crescer com agilidade!