Motivação e liderança: papel e a importância do gestor no ambiente organizacional
consultoria de tecnologia
Afinal, o que posso esperar de uma consultoria de tecnologia?
julho 18, 2018
inovações tecnológicas
8 inovações tecnológicas que estão mudando os negócios e a sociedade
julho 25, 2018

Liderança e motivação: qual é o papel do gestor perante à equipe?

motivação e liderança

motivação e liderança

A inteligência artificial substituiu, em diversas funções, a atividade humana. A tendência é que, com o tempo, essa alteração tome proporções ainda maiores. Um fator, no entanto, continua sendo insubstituível: o papel do líder.

Motivação e liderança são dois conceitos que estão totalmente associados a bons gestores e gestoras. Sem esses aspectos, pode-se dizer que muitas instituições estariam fadadas ao fracasso.

Levando tudo isso em consideração, preparamos este blogpost. Leia até o fim para saber mais a respeito da importância do gestor perante a equipe!

Qual é a relação entre motivação e liderança?

Sentir motivação é o mesmo que ter motivos — razões, desejos e inspiração — para realizar algo. Ela pode servir para um propósito simples, como fazer um almoço, ou ser a chave para executar um grande projeto.

Liderar, por sua vez, é estar à frente de um grupo e saber guiá-lo pelos melhores caminhos em prol de um objetivo em comum. Um líder deve mais ouvir do que falar, além de conseguir lidar com diferentes pessoas, sonhos e histórias.

Para Idalberto Chiavenato, especialista em administração e recursos humanos, ela é necessária em qualquer estrutura formada por pessoas. Segundo o autor, na página 157 de seu livro Teoria Geral da Administração, de 2001, “a liderança é necessária em todos os tipos de organização humana, principalmente nas empresas e em cada um de seus departamentos”.

Para guiar times inteiros de colaboradores, quem lidera precisa saber como motivá-los, individual e coletivamente. Só assim será possível concentrá-los em torno de um objetivo e fazer com que se entreguem à meta em questão. É por meio da motivação, sobretudo, que uma liderança se consolida de fato.

Como isso acontece na prática?

Imagine-se, por exemplo, como o grande líder de uma multinacional gigantesca. Como você se dirigiria às pessoas mais próximas de você? Você acha que seria efetivo passar uma imagem acomodada, sem vontade de fazer grandes coisas pela empresa? Como os colaboradores reagiriam a esse tipo de postura?

Liderar sem motivar é contraditório. Em outras palavras: líderes devem, entre outras atribuições também relevantes, motivar seus colegas. Devem inspirar e ser exemplos na rotina corporativa.

Por que liderança e motivação funcionam tão bem juntas?

Seguindo a ilustração do tópico anterior, você consegue pensar em um líder desmotivado? Alguém que se posiciona sem firmeza, não argumenta bem ou parece incerto a respeito de suas convicções?
Você respeitaria uma liderança que não se abre às inovações do mercado ou tem receio de ouvir ideias inconvencionais? Uma pessoa incapaz de escutar os outros, que só toma decisões sem embasamento? Certamente, essa figura dificilmente teria destaque em alguma corporação.

Motivação e liderança andam lado a lado, porque liderar é motivar e ser motivado o tempo todo. Um chefe incapaz de transmitir seu ânimo com um projeto não pode cobrar que seus subordinados se engajem com qualquer causa, nem mesmo com as atividades mais rotineiras.

Qual é o perfil de um bom líder?

Várias são as características que podem determinar o sucesso de uma liderança. Afinal, nem todos os perfis combinam com a missão de se manter sempre motivado e conseguir transmitir essa motivação às pessoas. Portanto, listamos alguns traços que estão presentes nos bons líderes.

Sabe ouvir

Engana-se quem pensa que o bom líder é somente aquele que faz longos discursos motivacionais ou é capaz de atribuir tarefas sem parar para os colaboradores.

Para motivar, é preciso compreender — virtude presente naqueles que escutam com atenção aquilo que os outros têm a dizer. Entender as demandas das pessoas que trabalham com você é fundamental para saber como tocá-las internamente.

Incentiva os colaboradores a crescer na empresa

A capacitação contínua é uma maneira de manter as equipes sempre qualificadas e, ao mesmo tempo, motivá-las. Bons líderes querem ver seus colaboradores evoluindo constantemente e, para isso, incentivar como for preciso: viabilizando cursos, palestras, pós-graduações e assim por diante.

Estimula os bons hábitos

Bons hábitos, como produtividade, aperfeiçoamento e superação das metas, são essenciais para o crescimento da instituição e dos indivíduos.
Boas lideranças se preocupam não só em motivar essas práticas, mas também se disponibilizam a gratificá-las, seja com prêmios e bonificações, seja com uma singela mensagem de agradecimento.

O reconhecimento tem muitos efeitos benéficos, não é mesmo?

Como melhorar o rendimento de uma empresa por meio da motivação?

Gestores são responsáveis pela evolução da empresa. Para superar esse desafio, podem usar a motivação dos colaboradores como aliada. Além dessa, outras práticas podem causar um impacto bastante positivo no desempenho individual e, por consequência, da empresa como um todo.

Crie um bom ambiente

Se o ambiente da empresa é desagradável para quem trabalha ali, como esperar bons resultados dos envolvidos? Cuidar do ambiente interno e se certificar de que ele é positivo para os funcionários são responsabilidades que cabem ao gestor.

Busque aperfeiçoamento

Como mencionamos no início do post, quem lidera precisa dar bons exemplos. Se você quer colaboradores engajados, com uma vontade absoluta de crescer, é de suma relevância que você também se aperfeiçoe e busque se qualificar sempre que possível.

Fale de forma direta e clara

Citamos que ouvir é mais importante que falar. No entanto, isso não quer dizer que a fala não tem sua relevância. Se você espera que as pessoas sigam seus comandos e ajam de acordo com as suas expectativas, seja claro e direto em suas mensagens. Tenha sempre certeza de que você se fez entender.

Participe

Apesar de genérica, essa recomendação tem um grande valor. Gestores que se mantêm muito distantes dos colaboradores podem passar uma imagem desnecessária de autoridade e/ou frieza.
Sendo assim, tente participar e se faça presente no grupo de trabalho. Isso ajuda a demonstrar sua preocupação e comprometimento com o projeto em questão.

Enfim, motivação e liderança estão plenamente associadas. O papel do gestor perante a equipe está bastante ligado a esses dois fatores. Por isso, é imprescindível conhecê-los muito bem e entender como aplicá-los no dia a dia da empresa. Assim, você contará com colaboradores completamente empenhados.

E, então, gostou do texto da Mooven Consulting? Que tal compartilhá-lo em suas redes sociais? Não se esqueça de marcar os amigos e amigas que também são gestores e continue acompanhando nosso blog para mais publicações como esta.