Lean Thinking: saiba como utilizar o conceito de Lean Coaching
ferramentas de agile
5 ótimas ferramentas de Agile que você deve conhecer e usar
abril 12, 2019
inovação incremental
Saiba o que são inovação incremental e radical e como aplicá-las
abril 18, 2019

Lean Thinking: saiba como utilizar o conceito de Lean Coaching

A atuação das lideranças em uma empresa é determinante para o sucesso do negócio. Afinal, como conciliar inúmeros projetos? Quais são os métodos mais indicados para estruturar equipes e guiá-las em processos complexos?

Nesse contexto, o Lean Thinking tende a ser uma abordagem extremamente proveitosa, porque ajuda a visualizar as carências e as possíveis otimizações de uma organização. Além disso, ele se constitui como uma mentalidade que reúne várias práticas — como o Lean Coaching — que colaboram para a redução de custos e para o desempenho.

Pensando nas importantes reflexões que esse tema envolve, preparamos este texto especial. Leia até o fim e aproveite o conteúdo!

O Lean Coaching

O que é o Lean?

Em poucas palavras, podemos dizer que o Lean é uma filosofia de gestão inspirada em algumas medidas usadas pela Toyota depois da Segunda Guerra Mundial. Como o período pós-guerra ficou marcado pela escassez, a indústria se viu diante da necessidade de “enxugar” suas cadeias produtivas.

As iniciativas associadas ao Lean são fundamentadas a partir de propósitos definidos e orientados à criação de valor. Muitas vezes, isso impacta a forma como o trabalho é organizado na companhia e, consequentemente, a cultura organizacional.

Para alcançar essa finalidade, processos foram simplificados, e os líderes começaram a escutar seus colaboradores, com o intuito de priorizar a qualidade dos produtos. A ideia de liderança despontou e logo começou a se transformar.

Como surgiu o Lean Coaching?

O Lean Coaching surgiu da união entre essa forma de encarar a gestão e a atividade de coaching, cujo foco recai sobre objetivos individuais, que podem ser profissionais ou não. Em comparação ao Lean tradicional, ele demonstra um viés comportamental, visando respostas a mudanças rápidas com a finalidade máxima de evitar desperdícios e ganhar tempo.

Diferentemente do coaching tradicional, esse modelo forma gestores que podem auxiliar pessoas, descobrir novos jeitos de atuar, potencializar talentos e buscar melhorias contínuas — cada vez mais indispensáveis para manter diferenciais competitivos perante o mercado.

Por meio do Lean Coaching, líderes adquirem habilidades e comportamentos necessários para conduzir suas equipes de acordo com as boas práticas do Lean como mentalidade administrativa.

As principais diferenças entre o Lean Coaching e o Lean tradicional

Em seus primórdios, o Lean se relacionava à manufatura e às operações industriais. Com o passar das décadas, ele se atualizou e criou proximidade com as inovações tecnológicas e os desafios que elas proporcionam. Seus métodos foram adaptados para os mais diferentes segmentos e modelos de negócio, fazendo com que o agora chamado Lean Thinking se expandisse para outras aplicações.

Tomar essa perspectiva como pressuposto tem a ver com enxergar melhorias incessantes, independentemente do âmbito no qual serão promovidas — ferramentas são testadas e processos, implementados, com o intuito de melhorar a entrega de valor para clientes e/ou consumidores.  Além da produção, o Lean se volta às mudanças de cultura da companhia e pode impulsionar verdadeiras quebras de paradigma em diferentes sentidos.

Particularidades do Lean Coaching

Sendo assim, o Lean Coaching é uma de suas ramificações: em vez de se constituir como um processo de análise ou uma abordagem de gestão detalhada, ele se configura como uma ferramenta de transformação de líderes.

Ou seja, ele vai além do Lean e é bem específico, porque foi pensado para o desenvolvimento de pessoas, por mais que ainda esteja bastante associado à solução de problemas gerais.

Trata-se, sobretudo, de um meio pelo qual se desenvolve o pensamento crítico e científico voltado à realização permanente de melhorias. Assim, há como eliminar desperdícios em todos os setores de uma organização a partir daqueles que exercem influência e guiam os demais, isto é, as lideranças e chefias.

Se considerarmos que o Lean Thinking entende os erros como oportunidades que devem ser aproveitadas de modo ágil, o Lean Coaching incentiva os decisores a tratar eventuais complicações junto às equipes — sem buscar culpados, apenas soluções.

Além de identificar as principais demandas, deve-se motivar os times a trabalhar de forma colaborativa, capaz de compreender os riscos e mensurá-los em prol da empresa.

As vantagens do Lean Coaching para os negócios

O principal benefício trazido pelo Lean Coaching é que ele ajuda a mudar a cultura das companhias e estabelece uma nova forma de pensar, direcionada à colaboração e à inovação. É uma das vias para implementar o Lean Thinking, tendo em vista que as pessoas responsáveis por tomar decisões estratégicas partirão desse mindset. De modo resumido, estas são algumas das vantagens mais relevantes:

  • desenvolver líderes Lean, com base na credibilidade e no exemplo;
  • adquirir o conhecimento e as atitudes adequadas para a construção de uma empresa enxuta em seus processos;
  • saber praticar o método por meio da experimentação;
  • descobrir que há uma nova forma de estimular e capacitar sua equipe.

Um ponto que merece destaque é o crescimento dos profissionais em termos de qualificação. Afinal, espera-se que um líder Lean consiga formar e engajar o aparecimento de novos gestores e gestoras, também capazes de desenvolver aqueles que estão sob sua orientação.

A relação entre Lean Coaching e Lean Thinking

A correlação entre esses dois conceitos é muito forte. Ambos são ligados a iniciativas que propõem uma nova forma de pensar e tentam estabelecer uma cultura colaborativa na empresa.

Algumas organizações não dão a devida atenção ao desenvolvimento de suas equipes. Por consequência, a formação de lideranças pode ficar confusa, embasada em critérios subjetivos ou limitados do ponto de vista metodológico.

Na maioria das vezes, são feitas buscas no mercado para encontrar alguém que se aproxime das qualificações desejadas e consiga, ao longo do tempo, se adequar à cultura da empresa.

Na transformação englobada pelo Lean Thinking, torna-se necessário preparar decisores com características particulares, que estão alinhadas a uma abordagem de gestão específica. Em um cenário como esse, o Lean Coaching é o modo de preparação ideal, pois está alinhado aos preceitos do sistema Lean.

Enfim, vivenciar o Lean Thinking na rotina de seu negócio requer uma série de práticas e mudanças de cultura organizacional. Um coaching que se vale dessas particularidades para orientar profissionais tende a ser mais do que uma consultoria.

Se você gostou do conteúdo e quer transformar os processos de sua empresa para evitar desperdícios, entre em contato conosco!